segunda-feira, 25 de maio de 2009

Tecnologias móveis são a grande atração no mundo dos negócios em 2009

As tecnologias móveis continuam como as principais tendências de investimento e crescimento no mercado para 2009. Atualmente, mais de 3 milhões de pessoas já usam a rede 3G na América Latina, sendo 57% brasileiros. Acompanhando características da vida contemporânea e também altas expectativas dos usuários, recursos avançados nos aparelhos - como câmera, música (MP3 e rádio), bluetooth e vídeo ­ estão perto de se tornar aparato básico. Daí que as grandes empresas do ramo já exploram a capacidade de transmissão móvel de dados, como navegação pela internet, e-mail, games, GPS, vídeo-chamadas, TV móvel e ainda aplicativos que dão acesso remoto ao ambiente do computador por celular. Estes foram alguns dos temas tratados no II Mobile 2.0, conferência organizada no dia 13 de maio de 2009 pela Corpbusiness no Hotel Grand Meliá Jardim Europa em São Paulo/SP. Cerca de 150 profissionais lotaram o salão de eventos e mostraram que inegavelmente, a despeito da crise, a área tende a atrair todas as atenções.

Um estudo divulgado recentemente disse que, nos próximos 24 meses, 27% dos não-usuários dos serviços móveis nos Estados Unidos planejam contratar algum serviço. Já 58% dos usuários que já têm serviços de dados móveis contratados assumem que, no mesmo período, planejam ampliar o consumo apesar do momento de retração. Na Europa, esse número é, respectivamente, 28% e 55%. Os cinco serviços mais desejados pelos consumidores são: Internet móvel, MMS, download e upload de fotografias e e-mail. No levantamento, 40% dos entrevistados querem esse serviço nos próximos 24 meses, mas mostra também que o custo do serviço é considerado elevado e a qualidade é um ponto a ser levado em consideração pelas operadoras. Os serviços mais comuns de torpedos serão cada vez mais uma forma fundamental de interagir com blogs pessoais e serviços on-line tais como Facebook, Twitter e MySpace.

Com isso, o Gartner identificou algumas tecnologias sem fio que vão evoluir significativamente nos próximos anos, impactando no curto prazo as estratégias e políticas do mercado móvel e das organizações em geral. Entre elas, está o Bluetooth 3.0, os sensores de localização, o novo padrão de Wi-Fi 802.11n, que aumenta a taxa de transmissão de dados em três vezes, e as tecnologias de displays, que aumentam a vida útil da bateria e melhoram a qualidade da tela, permitindo o compartilhamento das imagens e informações de forma mais simples e fácil. O estudo também trata do Near Field Communication/NFC, que fornece uma maneira simples e segura de comunicação entre celulares em distâncias curtas, emergindo como um padrão líder para aplicações móveis, tais como pagamento móvel.

Apesar de o Brasil estar em patamar bem acima da média mundial no que tange ao uso das redes sociais (80% dos internautas nacionais freqüentam este tipo de canal), o acesso à internet pelo celular é de apenas 2,5%, e só 5% destes buscam redes sociais nesta plataforma. No país, o que chama atenção pelos dispositivos móveis é música, entretenimento, games e notícias. De toda maneira, entre 2007 e 2009, aumentou em 10 vezes o número de aparelhos 3G em circulação, demonstrando a potencialidade de crescimento. Esses foram alguns dos dados mostrados por Thiago Moreira, da Nielsen, no painel de abertura do evento. Já Guilherme Rios, gerente de Projetos da E.Life, tem uma visão mais otimista, já que foi de 156% o aumento do acesso às redes sociais via móbile de 2008 para 2009, sobremaneira devido ao Twitter, que permite postagens curtas por SMS. Ele mostrou uma migração na movimentação de posts na rede: em 2008, 62% vinham do Orkut, 20% do Blogspot, 5,2% do Wordpress e, alguns postos abaixo, 0,5% do Twitter; já em neste ano os relatórios de monitoramento da consultoria indicam 49% do Orkut, 18% do Twitter, 13% do Blogspot. A tendência é aumentar ainda mais o uso de celulares, afinal 49,5% do uso de redes sociais acontece por pessoas entre 19 e 25 anos, com total familiaridade no manuseio dos aparelhos. Sobre as vantagens do Twitter, Rios explica que é um canal de opiniões curtas e pontuais, tem opt-in (dá transparência à relação), articula vivência física e buzz virtual, faz organização por comunidades de afinidaes, tem alto poder de propagação e funciona na mobilidade. “O cliente cada vez mais está trocando informações preciosas sobre os seus negócios enquanto se move”, alerta. (ver na íntegra em mundorp.com.br)

Por Rodrigo Cogo / São Paulo

Um comentário:

  1. Olá, Danilo tudo bem?
    Finalmente passei por aqui e deixei um recado né? rsrss
    Tb estou com um blog, por causa do módulo de comunicação digital que estou na pós. ficaria muito feliz com a sua visita.
    Concordo que o uso das tecnologias móveis tendem a crescer. cada dia que passa as pessoas procurar novas formas de economizar tempo. nada melhor de que acessar seu blog ou caixa de emails pelo celular.super prático! é uma penas que eventos deste tipo não tenham aqui no recife. o mais proximo que teve foi em Teresina, não foi?
    Grande beijo!!

    ResponderExcluir