quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Navegue por um mundo melhor

Navegue por um mundo melhor! Este é o lema que dois estudantes portugueses têm levado às comunidades carentes em seu país. Pode parecer distante, ou pretensioso, mas já é um bom começo para quem tem o desejo de mudar a realidade em que vivemos.

A história do Gsolidário surgiu em fevereiro de 2008. Pensado por Paulo, que pretendia aliar o motor de busca da Google, daí o “g” à solidariedade de solidário. Depois disso registrou-se o domínio e, alguns meses depois, em julho a idéia começou a ser desenvolvida.

Criado por Joana Gordalina e Paulo Marques, o Gsolidário é um site de pesquisa desenvolvido com o objetivo de ajudar instituições de solidariedade Social. Mesmo utilizando a plataforma da Google, o Gsolidário é um conceito independente da marca americana. A finalidade é angariar dinheiro através dos cliques efetuados na publicidade que são disponibilizados pelo Google nas margens do Gsolidário.

Como funciona o Gsolidário? “O Gsolidário usa duas plataformas do Google, o Google Costume Search e o Google Adsense. A primeira é uma plataforma que permite a qualquer pessoa criar uma página com pesquisa Google, a segunda permite angariar dinheiro com as publicidades apresentadas junto aos resultados das pesquisas. Quando se faz uma pesquisa no Gsolidário, aparecem junto aos resultados algumas publicidades, essas publicidades são pagas pelo anunciante ao Google que por sua vez dá uma parte ao Gsolidário. Para quem usa o Gsolidário os resultados são exactamente os mesmos que são apresentados no Google, uma vez que a plataforma de pesquisa é a do Google. Quando atingimos 100 euros, o Google deposita esse dinheiro na nossa conta”.

Dessa forma, a cada € 100 arrecadados é aberto um espaço para votação que permite aos seus usuários votarem na instituição de sua preferência. Ainda para este mês está previsto o concurso que premiará em € 500 as instituições inscritas no Gsolidário. O tema do concurso é “Peça um desejo para 2010”. Cada instituição participante deverá entregar em uma folha de papel A4 a descrição do desejo que pretende ver realizado em 2010 e que, de alguma forma, o Gsolidário possa ajudar a realizar contribuindo com os € 500. Se quiser conhecer, é só acessar http://www.gsolidario.org/.

Essa plataforma está acessível a toda comunidade e/ou instituição interessada que se inscrevam. O projeto contempla todas e quaisquer organizações, associações e fundações que tenham o estatuto de uma IPSS (Instituições Particulares de Solidariedade Social) ou que tenham o estatuto de uma ONGD (Organizações não – governamentais de desenvolvimento) e que também possuam as seguintes áreas de intervenção: educação para o desenvolvimento e ajuda humanitária. Para participar é bastante simples. Basta enviar um e-mail com a logomarca da instituição e uma breve apresentação para instituicoes@gsolidario.org. Atualmente o Gsolidário conta com a presença de 134 instituições. Estão abertos quatro espaços para votação, e em cada espaço é oferecido € 100. As instituições vencedoras até o momento foram: CerciPortalegre, CrescerSer, Fundação O Século e a Sem Fronteiras. Assim, já foram arrecadados € 900.

Iniciativas como essa da Joana e do Paulo representa para a sociedade um grande avanço social. Em tempos de crise, não podemos esperar que as coisas melhorem por si só. É necessário que façamos algo para transformar essa realidade e esses dois estudantes portugueses entenderam bem o espírito real do que é cultura solidária.

Como o próprio termo indica Gsolidário é uma ação que agrega valor, aproxima pessoas e instituições e, sobretudo, promove a solidariedade. “É sinal que as pessoas acreditam que um simples hábito de vida pode ajudar as pessoas e felizmente temos verificado que existem muitas pessoas interessadas neste projecto e que participam activamente nos espaços de votação”. Afirma Joana.

Por Danilo Marinho

Um comentário:

  1. Poxa essa ação muito boa. Ah se muitas pessoas tivessem esse pensamento em ajudar de uma forma tão criativa e boa.

    ResponderExcluir